domingo, 7 de dezembro de 2008

Décimo Quinto

“Caminhando contra o vento, sem lenço e sem documento, no sol de quase Dezembro, eu vou... ’’... É bem assim que quando perdemos algo, ou alguém de muito apreço nos sentimos... indo.” Está tudo bem?”... e respondem: ‘’ Tudo indo... ’’ [com desânimo]. Sempre fico pensando pra onde é que vão as pessoas que me dizem ‘’ eu vou indo’’, ou pra onde vão os corpos que os padres encomendam, ou pra onde vai todo o dinheiro que marca no impostômetro do centro da cidade, ou pra onde eu vou quando o meu coração parar.
Será inferno? Verão? Salvador da pátria? Julgado, condenado, absolvido, ou assassinado? Qual será o destino de um garoto que não quer mais viver, mas que também não tem de fato a coragem de se matar? Qual será a carreira de alguém que não se esforça no começo? Qual será a obra de um artista que não estuda? Qual será do futuro sem um presente incerto e concreto, inerte e frio. Eu tenho medo, eu tenho medo.
Sempre fiquei pensando porque temos que perder pra aprender a dar valor?
Há mais ou menos um ano eu deixei de dar valor pra essa época de Natal, quando descobri que era tudo comercial, tudo tão banal, quem se lembra de fato qual é o motivo da celebração? Não que eu esteja querendo pregar ideais cristãos, longe de mim, por obséquio, é que... Não me faz mais sentido estar presente com pessoas, com um monte de gente, numa noite QUALQUER, trocando prendas, e enchendo a barriga, se não houver amor dentro de cada um. Não me faz mais sentido comemorar o meu aniversário, esperar que cheguem as visitas e que eu corte o bolo – “de baixo pra cima” grita um – sendo que no resto do ano inteiro ninguém se lembra de mim. É que não me faz mais sentido comemorar o carnaval, sendo que sei que sempre nesse feriado morrem muitas pessoas, e não que a morte seja o fim, mas é de fato uma data imprudente, que se não causa morte, daqui a nove meses causará muitos nascimentos – Se não essa tese, qual melhor explica o grandioso número de aniversários em Outubro/Novembro? . É que não me faz mais sentido comemorar a páscoa, se foi a morte de um irmão, assim como falam, sendo que a ressurreição há com todos – se fosse assim, todo dia seria páscoa, porque todo dia, há três dias alguém teria morrido e hoje seria, então, o dia de comemorar a ressurreição -. É que não me faz mais sentido esperar ansioso pelo dia das crianças, se sei que sempre ganharei presentes lindos e caros, mas nem sempre o amor de meus pais. É que não me faz mais sentido esperar o dia dos Professores, Funcionário Público, para enforcar o dia, num dia de ponto facultativo se o governador sempre manda compensar esse dia. É que não me faz mais sentido esperar pelo dia de Finados para ir ao cemitério, se vou lembrar-me que todos os momentos que passei com aquela pessoa não voltam mais, fazem isso pra venderem mais flores e velas... É que não me faz mais sentido esperar novamente pelo Natal, muito menos pelo Ano Novo – sendo que tudo isso se repetirá se você não mudar - e agora, depois de ter descoberto que tudo é tão comercial, imprudente, e manipulador, prefiro ficar aqui, quieto, isolado, diferente, escutando Legião Urbana e curtindo algo que hoje em dia, talvez só eu saiba fazer direito...AMOR.

Não se esqueça de que ‘’ Um abraço dado de bom coração, vale mais do que uma prenda, vale mais que uma atenção. ’’... E nem hesite em esquecer de que neste Natal não quero presente nenhum.

P.S: Faça diferença na minha vida enquanto eu estou vivo. Quando eu morrer não vá ao meu velório, nem ao meu enterro. SE VOCÊ REALMENTE FEZ DIFERENÇA EM MINHA VIDA, NÃO É DEPOIS DE MORTO QUE EU IREI TE AGRADECER UMA COROA DE FLORES, UMA VELA DE SETE DIAS, NEM UMA LÁGRIMA CAÍDA. OKAY? Agora, se você for uma das pessoas que só se lembra de mim no dia do meu aniversário – isso se lembrar, não é? – no dia do natal, ou algo do tipo esperando alguma prenda minha, ou festa... O meu velório estará de portas abertas pra você continuar a não fazer diferença alguma para mim, com o teu terço, tuas flores, teu choro azedo, tua veste preta, não me importará mais.

P.S.2: Se realmente fez diferença na minha vida, e não vai ao meu velório/enterro, por favor, continue ajudando, não mande rezar uma missa de 7 dias, 1 mês, 1 ano, 10, 20, 30, 40 anos... por favor. Não mande nenhum membro do celibato pra jogar água benta, pode estragar o caixão, se ele não estiver bem envernizado. Não coloque um terço na minha mão – coloque um pen drive, uma palheta de violão, ou melhor, uma caneta, menos um terço -, Rosa? PODE, aliás, é algo que pode no caixão inteiro, só não exagere as rosas não têm culpa, e não merecem morrer junto comigo só pra enfeitar o que já não existe mais.

P.S3: O fato d’eu não gostar mais de comemorar meu aniversário, páscoa, natal, ano novo, etc. etc. etc.... É verídico, tendo em vista tudo o que eu disse sobre ‘’ Fazer diferença enquanto estou vivo – em relação a morte, e Fazer diferença durante o ano, não só tentar fazer diferença numa data comemorativa, é real, e cada vez, cada ano que passa eu fico mais e mais chato em relação a isso...

P.S.4: Isso tudo é pra você perceber que não vale nada se não feito com o coração, com amor, com carinho, com dedicação...


E nunca se esqueça, se você quiser fazer alguém feliz, não deixe para demonstrar que gosta dela quando todos gostam dela, ou quando ela já não pode mais agradecer, FAÇA TODO DIA SER FELIZ PARA A PESSOA QUE VOCÊ MAIS GOSTA.

E só mais um adendo: Ame, mas saiba amar. Amar não é sair distribuindo “eu te amo” pra todos...

E por favor, não tente mais mudar o mundo, mude a si mesmo, AJUDA MUITO.

Obrigado.

Neco Vieira - 07/12/08

5 comentários:

Liiiineee disse...

Ah o Neco simplesmente descreve com cada palavra o que estamos sentindo ou o que ainda estamos prestes a sentir...cada perguntah que nos fazemos a si msmo...cada sentimento..cada frasee..
Me pergunto se pra ele vale a pena ajudar a mim como meo psicologo..jah que eu nao tenho esse msmo dom com as palvras..e por isso nao posso retribui-lo...mais ele é uma pessoa maravilhosaaa e por isso sei que farei o possivel p sempre te ajudarrr...te escutar quando precisar desabafar...te impedir quando quizer se matar Auahuahuah ou vc me empedir...ou quem sabe os 2 se matam juntos???Bobagem...sabendo que existe pessoas que se importa comigo assim como vcc nao precisarei me matar e espero que fike claro p vc...que eu tbm mi importo com vc...!! =)
Apesar de nos conhecemos a pouco tempo.. vc jah faz parte da minha rotina...sabe todo dia ir lahhh pedi concelhos na sua salinha de informatica AHuhauhauh!
Um dia um cara muito sabio disse p mim....seja feliz só isso....corra atras dos seus sonhos!...
entãoo...espero que vc sejaaa Feliz!
Ah e nunka pareee dee compor e nem de escrever....pois p vc... sem comentariosss.. vc é d+! \o/
BjooOo =*

Neco Vieira disse...

Owwwwwn!

Magina, o Neco não é nada guria...

O Neco só é um guri que quer ser feliz, e encontrou nas palavras a melhor forma de se expressar....

Nunca se esqueça Aline : Regra Geral : Ser feliz sempre, Não sofrer nunca!

=D

Beatriz disse...

Nossa, que profundo
SAUSAUSHAUSHAUSAUSASU

bjs;*

Giovana Vincenzi disse...

Perfeito. Simplesmente perfeito.

Sem mais.

Tia baba de orgulho.

Te amo

Giovana Vincenzi disse...

Sobrinho querido, tem um presente pra você no Barzinho:

http://blogdobarzinho.blogspot.com/2008/12/desafios-mems-prmios-etc.html

bjs