terça-feira, 1 de abril de 2008

Onze!

É impressionante como as coisas começam a ter mais relevância quando começam a ficarem velhas, chatas e inválidas.Talvez façam isso com os humanos também.Quem tira um dia para cuidar de idosos, de adultos que precisam, ou até mesmo de jovens necessitados? Pode ser desde a mais baixa classe social até a mais alta, quem está precisando nunca é atendido, a não ser por sua fé e força, fé essa que pode ser para levá-lo ao caminho mais próximo...Morrer.
Quem se preocupa com os erros, com as imperfeições do mundo em que vive? Estão todos ligados na “cama, mesa e banho”; capitalismo; busca pela perfeição, mas não sabem que a verdadeira perfeição é poder ajudar alguém quando este precisa, é poder dar um apoio a quem chora, uma palavra carinhosa a quem necessita...Não digo dinheiro, bens materiais, sua vida, digo o que você tem e nunca batalhou pra ter, simplesmente por ter tido a sorte de ter nascido numa esfera boa, em que todos os amam, e que você não precisa de nada; digo doar aquilo que você mais tem, doe amor a quem precisa, você será recompensado.
E lembre-se, doar amor não é sair dando “eu te amo” a todos, é deixar que o coração fale mais alto que a razão.





4 comentários:

- beatiz . disse...

oooi ,

PARABÉÉNS , aqui tambéém !

beeijos

Catherine disse...

Belo post.

Acho que não tenho muito o que comentar...

rsrsrsrs


Até.

Cristiane disse...

Oii...

bah guri, tu escreve muito bem, parabéns! Isso é u com dom e com certeza tu ta usando bem..

grande beijo! FUI

Giovana Vincenzi disse...

Lindíssimo texto, sobrinho!!!
Lindo demais!

Parabéns! Como sempre, tia se orgulha muito de você!